O governo francês anunciou que todos os edifícios públicos que serão construídos a partir de 2022 serão constituídos por pelo menos 50 por cento de madeira ou de outros materiais sustentáveis (de origem animal ou vegetal, como a palha ou o cânhamo). A medida deverá ser implementada para as construções a partir de 2022.

Este compromisso já tinha sido assumido para os Jogos Olímpicos (de 2024 que decorrem em Paris).com um objetivo: conseguir “uma cidade sóbria em carbono, solidária e capaz de se adaptar às ondas de calor e inundações”. Deverá ser criada  uma associação nomeada ‘France Ville envolvendo 90 “eco bairros”.

Em 2016, foi lançado em Bordéus um projeto com o mote ‘edifícios baixo carbono’, que consiste na construção de uma torre de madeira com 57 metros de altura e apelidada de “Hyperion”. O projeto deverá ser concluído ainda este ano.