Indicadores Económicos – Comércio Internacional – Novembro 2022

Em novembro de 2022, as exportações e as importações de bens registaram variações homólogas nominais de +18,9% e +16,2%, respetivamente (+21,1% e +26,0%, pela mesma ordem, em outubro de 2022), refletindo uma desaceleração dos preços: os índices de valor unitário (preços) registaram variações homólogas de +13,0% nas exportações e +14,1% nas importações (+14,5% e +14,2%, respetivamente em outubro de 2022).

Ainda em termos nominais, são de salientar os aumentos nas exportações e importações de Material de transporte (+22,2% e +35,6%, respetivamente) e de Combustíveis e lubrificantes (+100,4% e +36,0%, pela mesma ordem) e nas exportações de Máquinas e outros bens de capital (+30,9%).
Excluindo Combustíveis e lubrificantes, registaram-se aumentos de 15,5% nas exportações e 13,5% nas importações (+19,4% e +25,2%, respetivamente, em outubro de 2022). Os índices de valor unitário (preços) excluindo os produtos petrolíferos registaram variações de +11,8% nas exportações e +9,8% nas importações.

O défice da balança comercial agravou-se em 198 milhões de euros face a novembro de 2021, atingindo 2 433 milhões de euros. Excluindo Combustíveis e lubrificantes, o défice totalizou 1 563 milhões de euros, aumentando 81 milhões de euros relativamente a novembro de 2021. No trimestre terminado em novembro de 2022, as exportações e as importações aumentaram 21,5% e 23,8%, respetivamente, em relação ao mesmo período de 2021 (+25,4% e +34,4%, pela mesma ordem, no trimestre terminado em outubro de 2022).

Consultar o relatório completo

Partilhe na sua rede social favorita!

Artigos Relacionados

Formação Certificada ENplus®

Submissão do Mapa Integrado de Registo de Resíduos (MIRR) relativos a 2022

PME Excelência 2021