Em geral, os governos europeus escolheram uma abordagem passo a passo para suspender as medidas de confinamento. Os regimes de bloqueio muito fortes por ex. em Itália e Espanha são suavizadas e a maioria das empresas reabriu, com a necessidade de aplicar todas as medidas de segurança. A defesa de nossa saúde continua sendo a prioridade número um, mas a Europa prepara  uma próxima fase com uma expansão cuidadosa das atividades económicas. Com a ameaça de um bloqueio completo, comparável à Itália, Espanha e também à França, a nossa indústria defende  o papel vital de paletes e embalagens em cadeias de suprimentos essenciais, como produtos farmacêuticos e alimentos.

A necessidade de declarações oficiais dos governos para declarar que a nossa indústria é crucial pode se tornar menos direta com o levantamento das medidas, mas pedimos aos membros da FEFPEB que continuem a lutar  pelo reconhecimento de nossa posição nas cadeias de suprimentos.

Caso de Portugal (AIMMP) : A partir de abril de 2020, o faturamento do setor de paletes e embalagens caiu 15%. Espera-se  que em 2020 possa  chegar  a  – 20%

https://www.fefpeb.eu/