(Uma Publicação da Cei Bois, a Confederação Europeia das Indústrias da Madeira de que a AIMMP tem a vice-presidência)

A CEI-Bois, a Confederação Europeia das Indústrias da Madeira, está a pedir aos políticos que coloquem a madeira no centro dos planos de redução de emissões e alcance de metas de zero carbono. No livro recentemente publicado, Wood: Building the Bioeconomy, a CEI-Bois mostra como a UE pode reduzir as emissões usando alternativas biológicas renováveis e de baixo carbono, como madeira e materiais de alto carbono, como concreto, aço e plástico. A publicação continua mostrando que isso seria bom não apenas para o clima, mas também para a economia como um todo. O aumento do uso de produtos europeus à base de madeira nos mercados globais de construção, têxtil e plástico pode gerar receita de até 60 mil milhões de euros.

Confederação Europeia das Indústrias da Madeira, também Rue Montoyer 24, 1000 Bruxelas / +32 2 556 25 85 / info@cei-bois.org – www.cei-bois.org

“Se queremos restaurar o equilíbrio da atmosfera, precisamos reduzir as emissões em primeiro lugar, além de aumentar a capacidade e absorção de carbono global”, disse Patrizio Antonicoli, Secretário Geral da CEI-Bois.

“Florestas e madeira fazem parte de ambas as soluções, absorvendo carbono da atmosfera e armazenando-o como madeira. A madeira colhida nas florestas pode ser transformada em produtos de alto valor para construção, usando apenas uma fração da energia e carbono de que outros materiais precisariam. ”

“Quanto mais governos em todo o continente puderem apoiar e investir em madeira, mais valiosa essa bioeconomia se poderá  tornar, ajudando a reverter os impactos adversos climáticos e ambientais da atividade humana e cumprir as nossas obrigações sob o acordo de Paris.”

Madeira, Construindo a Bioeconomia” visa exibir as vantagens inerentes ao uso da madeira.

A madeira é renovável, sustentável e pode ser usada, reutilizada e reciclada. É um produto modelar da transição da Europa para uma economia circular destinada a aumentar a competitividade global, promover o crescimento econômico sustentável e gerar novos empregos.

Para mais informação, por favor contactar:

Assistente Executiva da CEI-Bois, Teodora Ilieva, teodora.ilieva@cei-boi.org

A CeiBois

A Confederação Europeia das Indústrias da Madeira representa 23 organizações europeias e nacionais de 15 países e é o órgão que apoia os interesses de todo o setor industrial europeu da madeira, com mais de 180.000 empresas gerando uma faturação  anual de 133 mil milhões  de euros e empregando 1 milhão de trabalhadores na UE.