Exportações de madeira e mobiliário batem máximo histórico em 2022
Exportações de madeira e mobiliário batem máximo histórico em 2022

As exportações portuguesas de madeira e mobiliário atingiram em 2022 um máximo histórico de 3.029 milhões de euros, mais 17% face ao ano anterior, destacando-se a aposta nos mercados extracomunitários, avançou esta segunda-feira a associação setorial.

Em comunicado, a Associação das Indústrias de Madeira e Mobiliário de Portugal (AIMMP) sustenta que estes números vêm “confirmar a trajetória de sucesso da fileira da madeira e do mobiliário”, demonstrando “a capacidade competitiva das suas empresas a nível internacional” e “protagonizando com sucesso o valor da marca Portugal com uma oferta de enorme qualidade, inovação e ‘design’, respondendo positivamente ao desafio da internacionalização da economia nacional”.

Citado no comunicado, o presidente da associação destaca que “estes números vêm validar e confirmar a assertividade da estratégia de promoção internacional do setor seguida nos últimos 10 anos pela AIMMP, designadamente no que diz respeito à aposta em mercados fora da Europa”.

“É notável a resiliência, dedicação e visão do setor na aposta no design, inovação e na internacionalização como fatores determinantes para a criação de valor empresarial, económico e social”, enfatiza Vítor Poças.

Em termos de segmentos, a associação salienta o desempenho dos painéis de madeira, com um crescimento de 36% face a 2021, seguido das embalagens de madeira, com uma subida de 34%, e do mobiliário, com um aumento homólogo de 14%.

Segundo a associação, “2022 regista um alargamento dos mercados destino das exportações para fora da Europa, com um crescimento na ordem dos 20% extra União Europeia”.

“Aos tradicionais mercados destino do Reino Unido, Espanha, França e Alemanha, ganha relevância os EUA, que em 2022 representa 5% do valor das exportações”, precisa.

Para a AIMMP, estes valores “demonstram o crescimento que o setor está a figurar fora da Europa, em mercados mais distantes e desenvolvidos como são os Estados Unidos e onde a associação tem planos de investimento importantes para 2023, através do seu projeto ‘Inter Wood & Furniture'”.

O ‘Inter Wood & Furniture’ é um projeto de internacionalização gerido pela AIMMP para o setor das madeiras e do mobiliário que apoia empresas portuguesas interessadas no desenvolvimento de estratégias de internacionalização para novos mercados em crescimento.

Ao longo dos anos, este programa já apoiou mais de 400 empresas, através de 140 ações em cerca de 50 mercados, com incentivos até 50%, tendo contribuído para o crescimento das exportações do setor em cerca de 1.000 milhões de euros nos últimos 10 anos, segundo dados da associação.

No âmbito deste projeto, a AIMMP diz já ter organizado este ano a presença portuguesa na DOMOTEX 2023, de 12 a 15 de janeiro, na Alemanha, em Hannover, onde levou 11 marcas nacionais: A. Barbosa, Cadeinor, Golden-Parquet®, Magna Natura, MF Timber, Revesperfil, Ribadao Wood Boutique, SPAZIOdeck®, Strong Wood Floors, Thunther Target e TradingTimber.

“Esta é a principal feira mundial de revestimentos para pisos e carpetes e constituiu uma oportunidade única para a indústria portuguesa apresentar mundialmente a sua oferta de produtos de qualidade comprovada e de excelente ‘design’”, destaca.

Dias depois, de 22 e 25 de janeiro, Portugal marcou também presença na January Furniture Show, no Reino Unido, em Birmingham, a que se seguirão, em março, participações no Dubai Wood Show, nos Emirados Árabes Unidos, e na ProWein, na Alemanha.

In: https://www.jornaldenegocios.pt/empresas/detalhe/exportacoes-de-madeira-e-mobiliario-batem-maximo-historico-em-2022

Partilhe na sua rede social favorita!

Artigos Relacionados

AIMMP é convidada para o Programa Sociedade Civil, na RTP2

Estivemos na EXPOFLORESTAL, o grande evento da Floresta

DECARBWOOD premiado na categoria "Responsabilidade Social e Ambiental" pelos Prémios Essência do Ambiente