Indicadores Económicos – Comércio Internacional – Outubro 2023

Em outubro de 2023, as exportações e as importações de bens registaram variações homólogas nominais de -3,1% e -2,0%, respetivamente (-8,6% e -12,7%, pela mesma ordem, em setembro de 2023), destacando-se os Combustíveis e lubrificantes em ambos os fluxos (-22,2% nas exportações e -23,0% nas importações), refletindo decréscimos em volume (-5,9% e -7,3%, respetivamente) e a redução dos preços destes produtos no mercado internacional (-17,3% e -16,9%, pela mesma ordem). Excluindo Combustíveis e lubrificantes, as exportações diminuíram 1,7%, enquanto as importações, depois de dois meses em queda, aumentaram 1,3% (-8,4% e -10,1%, respetivamente, em setembro de 2023).

Os índices de valor unitário (preços) registaram variações de -4,6% nas exportações e -5,9% nas importações (-4,7% e -6,9%, respetivamente, em setembro de 2023; em outubro de 2022, as variações tinham sido +14,9% e +13,8%). Excluindo os produtos petrolíferos, registaram-se decréscimos menos expressivos, -2,9% nas exportações e -4,7% nas importações (-1,6% e -4,6%, respetivamente, em setembro de 2023; em outubro de 2022, as variações tinham sido +13,1% e +10,2%).

O défice da balança comercial aumentou 18 milhões de euros face a outubro do ano anterior, atingindo 2 900 milhões de euros. Excluindo Combustíveis e lubrificantes, o défice aumentou 212 milhões, totalizando 2 264 milhões de euros.

No trimestre terminado em outubro de 2023, as exportações e as importações diminuíram 6,4% e 10,1%, respetivamente, em relação ao mesmo período de 2022 (-9,0% e -12,1%, pela mesma ordem, no 3º trimestre deste ano).

Consultar relatório completo

Partilhe na sua rede social favorita!

Artigos Relacionados

AIMMP é convidada para o Programa Sociedade Civil, na RTP2

Estivemos na EXPOFLORESTAL, o grande evento da Floresta

DECARBWOOD premiado na categoria "Responsabilidade Social e Ambiental" pelos Prémios Essência do Ambiente