Vítor Poças: “Queremos empregar e desfrutar das capacidades dos jovens com novas competências”

Nos últimos anos o setor da Madeira e Mobiliário tem vindo a registar grandes mudanças, ao nível da inovação de produto, diversificação dos mercados, atualização da tecnologia e renovação dos recursos humanos. Neste contexto de modernização, a Associação das Indústrias de Madeira e Mobiliário de Portugal – AIMMP – tem desenvolvido várias iniciativas dedicadas aos jovens, com o objetivo de criar oportunidades: “Queremos empregar e desfrutar das capacidades dos jovens com novas competências, com uma visão do mundo muito mais global e sobretudo mais inovadora” afirma Vítor Poças, presidente da AIMMP.

Entre as várias iniciativas, a associação destaca dois projetos em desenvolvimento. Um deles é o Qualify Wood & Furniture, um projeto de apoio coletivo com diversos eixos, entre os quais um especialmente dedicado aos Recursos Humanos e aos jovens em particular, que pretende desenvolver e adaptar as profissões e os perfis profissionais à nova realidade do setor e trabalhar a captação de talento.

Este projeto, que para o presidente da AIMMP “demonstra aos jovens que este setor tem futuro para as empresas e para os seus colaboradores”, integrou, entre outras iniciativas, um importante estudo sobre a atratividade do setor e um Manual de Empregador, bem como um programa de aproximação aos estudantes do Ensino Superior, o “Open Days na Indústria da Madeira e Mobiliário”, através do qual as escolas podem realizar visitas às empresas deste setor.

“Setor da Madeira e Mobiliário “tem futuro para as empresas e para os seus colaboradores”.

O outro é o Sketch Wood & Furniture, um projeto de apoio ao empreendedorismo e desenvolvimento da iniciativa empresarial, criado para apoiar o desenvolvimento de negócios inovadores, modernos e rentáveis, alinhados com os novos modelos de organização negocial dedicados ao setor da madeira e mobiliário.

“São inúmeros os casos de sucesso protagonizados, quer por jovens de segunda ou terceira geração que estão a “revolucionar” os negócios tradicionais da família, quer por jovens técnicos formados nas áreas científicas mais tradicionais, quer por outros formados em áreas mais criativas e de design que iniciam agora as suas carreiras no setor das indústrias de madeira e mobiliário, lançando novas formas de comunicar, novos modelos de produtos e novas marcas, com imenso sucesso a nível nacional e internacional”, revela a associação.

É com este pensamento e valorização da juventude que a AIMMP, criada em 1957, tem vindo a desenvolver as suas atividades e estes projetos, cujos reflexos positivos estão visíveis no crescimento da internacionalização deste setor, que representa mais de 4% das exportações em Portugal.

In: https://www.jn.pt/economia/patrocinado/vitor-pocas-queremos-empregar-e-desfrutar-das-capacidades-dos-jovens-com-novas-competencias-15267526.html

Partilhe na sua rede social favorita!

Artigos Relacionados

Formação Certificada ENplus®

Submissão do Mapa Integrado de Registo de Resíduos (MIRR) relativos a 2022

PME Excelência 2021